O ESPIRITUALISMO DE PLATÃO

Por: Ricardo Chioro

(Parte deste texto é canalizada dos Mestres Ascensos)

Platão (um dos principais pensadores da antiguidade) têm em sua filosofia conceitos muito parecidos com diversas escolas espirituais e religiões que acreditam em reencarnação, como Misticismo e Espiritismo.

No espiritismo Platão é referência, onde para eles trouxe diversas verdades que o Espiritismo também ensina.

Esse texto não é completo sobre o tema, talvez algumas coisas não vão ser mencionadas.

 

1.    Alma

Este pensador ensina que a alma é eterna e se divide em três partes:

a)    a parte racional ou intelecto.

b)    a parte da vontade

c)    a parte dos desejos

Uma alma que funcione direito deveria controlar os desejos com o intelecto e a vontade atuando juntos.

Imagine a seguinte situação: Você gosta da fidelidade e é compromissado, sente vontade de ser fiel, porém está em uma festa desacompanhado e começa a conversar com uma pessoa da qual te desperta o desejo, então você pensa (essa é sua razão) que o melhor é ser fiel, pois isso é o correto e poderia magoar a sua (ou seu) parceira(o).

Porem existem desejos bons, o desejo de se alimentar por exemplo garante a nossa sobrevivência, e o sexual garante a sobrevivência da raça humana.

Desejo por sexo não significa traição.

Existem escolas religiosas e filosoficas que fazem uma distinção entre desejo e vontade.

 

2.    Reencarnação e Mundo das Idéias

Platão ensina reencarnação, talvez pela influência do Orfismo.

Para Platão a alma fica no corpo durante a encarnação, depois quando morre vai para o reino do Deus Hades, posteriormente volta a reencarnar e assim sucessivamente.

Hades é o Deus rege a passagem para o outro mundo.

Quando a alma tem sucesso em sua jornada não necessita mais reencarnar, então vai viver no Mundo das Idéias, que é uma espécie de mundo divino.

O Mundo das Idéias nos remete a Teologia.

O mundo das idéias é o mundo que possibilita o conhecimento para Platão.

As idéias só são compreensíveis porque existem no mundo das idéias, como por exemplo a idéia de como é um vaso ou um prato, conceber o que é um prato só é possível porque o que é um prato já existe neste mundo divino.

No Espiritualismo atual existe o ensinamento de que só podemos pensar ou criar algo porque já existe na mente de Deus, vejo uma similaridade nesse conceito com o de Platão.

O Mundo das Idéias é um local transcendental que só a alma poderia ir, um local que seria a personificação da realidade, a terra seria um mundo ilusório.

 

3.    Virtudes Morais

Sabemos que a virtude trás o equilíbrio e o autoconhecimento.

Para Platão a virtude é o caminho para a felicidade, ensinava e pregava a virtude, assim como o seu mestre, o filósofo Sócrates.

O filosofo cuja obra é tema deste texto diz que a felicidade é o resultado de um estado sadio da alma, e o que traz essa saúde são as virtudes.

Virtudes são: generosidade, honestidade, respeitabilidade, paciência, humildade, bondade, simplicidade, perdão, caridade e etc. isso é o bem.

O bem recebe muita evidencia na obra deste filosofo grego.

O contrario das virtudes morais é o mal.

Para Platão as pessoas que buscam o mal não são felizes.

 

4.    Almas Gêmeas

Platão conta através de seu mito “O Banquete” que os Deuses criavam os homens por inteiro, tendo duas cabeças, quatro braços, quatro pernas.

Nesses seres alguns eram metade macho e metade fêmea, outros eram completamente machos ou fêmeas.

Mas esses homens se viraram contra os Deuses, e as divindades os repartiram ao meio tendo só dois braços, duas pernas e uma cabeça.

Esses seres buscam suas metades nos relacionamentos.

Seria então o mito das almas gêmeas.

Os gays são os que suas metades eram do mesmo sexo, e os heterossexuais os que a metade eram de outro sexo.

Existe a idéia no Espiritualismo que Deus criou as almas pelas metades, uma metade é macho e a outra é fêmea, e elas teriam a completude, a alma gêmea.

 

5.    Metafísica

Platão faz uma cisão entre o mundo material e espiritual.

Carlos Guimarães explica que na época de Platão as pessoas pensavam muito em explicações materiais para os acontecimentos, mas que Platão trouxe a explicação espiritual.

Nessa metafísica se divide o mundo material e espiritual em duas navegações.

A primeira navegação seria o mundo material, a segunda o espiritual.

A Primeira navegação é o mundo físico e as explicações materiais, a segunda é o mundo espiritual, como a intuição, as virtudes morais e a consciência universal.

Segundo este pensamento o espiritual, a segunda navegação constitui tudo o que é bom: o bem, a verdade e a beleza.

Já no mundo material constitui tudo o que é negativo: indeterminado, passional, informe, espacial e irracional.

Neste pensamento a alma também é superior ao corpo e sua principal função é conhecer o bem.

Talvez a idéia de Espiritualismo surgiu a partir daí, e segundo Carlos só temos a idéia de materialismo também a partir da criação deste pensamento.

 

6.    Atlântida

Platão viajou para o Egito e trouxe o mito de Atlântida.

Para os místicos e espíritas o mito de Atlântida esconde uma outra era da humanidade onde era mais evoluída espiritualmente e tecnologicamente.

Os mitos escondem por trás de si verdade espirituais e existências.

Na Bíblia esta era se esconde por trás da parábola de Noé e a Arca.

 

7.    Ascetismo

Platão ensinava o ascetismo como um caminho espiritual.

Na metafisica de Platão vimos que ele considerava tudo o que é físico ruim, isso tem a ver com o ascetismo que considera todos os desejos mundanos (do mundo – e o nosso mundo é físico) como algo ruim.

Buda, o iluminado, tendo praticado o caminho asceta disse que não levava a iluminação.

Ai vemos uma diferença entre dois grandes filósofos.

O ascetismo comumente oferece caminhos onde o praticante cria sofrimentos a si mesmo, como auto-mortificações.

Não sei se no caminho Planotico existe do praticante gerar sofrimento em si mesmo, mas se isso ocorrer: por um lado na filosofia de Platão se prega a felicidade das virtudes morais, também talvez por outro dor e a amargura do sofrimento.

As religiões tem caminhos de iluminação que não necessitam auto-mortificações e sofrimentos, então porque decidir escolher um caminho que vai trazer dissabores?

O ascetismo é inútil, Deus não nos quer sofrendo, não criou caminhos de autoconhecimento desse jeito.

Deus também nos fez tendo desejos que ajudam a mantermos a saúde mental, claro que não todos como algum que vai fazer o mal.

Existem desejos mundanos que fazem bem e ajudam a manter a saúde mental e positivam o ser humano, por isso são bons.

A espiritualidade é o positivo, negar desejos muitas vezes deixa a mente ou o emocional mais negativo.

Platão errou sem má intenção. 

Platão é muito bondoso, porem cometeu um erro pensando estar fazendo o melhor, mas acertou bastante também. 

Deus é infinitamente bom, o caminho do autoconhecimento nos leva até o divino foi criado pelo ser supremo, Ele não criou algo que vai nos fazer mal, trazer sofrimento para adquirir espiritualidade.

Para Platão como vimos na sua metafísica: tudo o que é mal é físico, e tudo o que é bom é espiritual, portanto causar dano ou sofrimento ao corpo material não era um problema, ele não enxergava que a alma está ligada ao corpo, e que atingindo um acaba atingindo o outro.

Vamos dar um exemplo: quando você fica muito tempo sem comer cai a pressão e também gera outro problema, o mau estar emocional.

Agente que tem sempre o que comer não tem esse problema, mas quem vive na rua tem, quando a pessoa fica muito tempo sem comer gera um mal estar emocional, portanto o emocional é espiritual.

O corpo está ligado ao espírito e o espírito ao corpo.

 

8.    Bibliografia

Reencarnação em Platão - http://www.infoescola.com/filosofia/reencarnacao-em-platao/

Platão - http://an.locaweb.com.br/Webindependente/filosofia/filosofiagrega/platao.htm

A Filosofia de Platão - http://an.locaweb.com.br/Webindependente/filosofia/filosofiagrega/filosofiadeplatao.htm

O Mito da caverna - http://www.consciencia.org/forums/reply/re-o-mito-da-caverna-15

Platão - http://www.mundodosfilosofos.com.br/platao.htm

A Moral Ascética de Platão - http://andregualtieri.jusbrasil.com.br/artigos/121938503/a-moral-ascetica-platonica

Ler obras espirituais nos faz evoluir espiritualmente.

Leia nossos textos para sua evolução espiritual, eles são espirituais, ou uma sugestão de luz: leia um texto nosso semanalmente.

Conheça o texto: Como Evoluir Espiritualmente.

Voltar a Pagina Inicial                      Índices de Textos                      Livro de Visitas